Construtivo

logo

Newsletter Edição 03/2023

Newsletter Edição 03/2023

Notícias

Construtivo adota ISO 19650 em suas soluções para BIM

Primeiras partes da norma já foram publicadas, traduzidas e adequadas ao modelo da ABNT

Publicadas em maio de 2022, as primeiras duas partes da norma ISO 19650 estabeleceram novos padrões internacionais para a implementação do BIM (Building Information Modeling). A nova diretriz determina modelos internacionais para a organização e digitalização de informações sobre obras, promovendo o uso da tecnologia e o crescimento do setor.

O Construtivo já está seguindo as novas diretrizes da ISO em suas soluções e ofertas, garantindo que a toda a implementação BIM seja feita com sucesso e segurança. De acordo com o sócio-diretor da empresa, Marcus Granadeiro, a norma é um bom norte para guiar as empresas no processo BIM. “Ao seguir as diretrizes, não estamos apenas nos adequando à norma em si, mas seguindo um ótimo guia para promover uma jornada de implantação do BIM com sucesso”, argumenta o sócio-diretor.

A ISO 19650 foi desenvolvida com base na norma britânica BS 1192 e na especificação pública PAS 1192-2, que trouxeram resultados notáveis para o setor da construção, permitindo ao usuário economizar cerca de 20% nos custos de uma obra. A primeira parte da norma tem como objetivo definir conceitos e fundamentos para a gestão da informação, ressaltando a importância de um trabalho integrado e colaborativo entre todas as partes: contratada, contratante e subcontratada. Já a segunda reforça a participação de todos os envolvidos: donos do ativo, cliente final, investidores, especialistas técnicos e equipes de projeto e construção.

Granadeiro ainda comenta o setor de AEC tem uma visão e cultura muito individualistas do mercado e, por isso, a norma pode ser uma aliada para fomentar a integração de processos. “Podemos dizer que o setor hoje tem uma mentalidade de litigância e desconfiança, que não inspira a integração. Por isso, um guia se faz necessário para alimentar uma conduta mais colaborativa”, comenta.

Atenção! O acesso de usuários à plataforma Colaborativo mudou, veja como acessar a nova página

Para tornar a experiência do usuário ainda melhor e mais intuitiva, o Construtivo mudou o acesso dos clientes à sua aplicação. O novo link já está no ar

Com o intuito de facilitar e tornar a experiência do usuário ainda melhor, o acesso ao Colaborativo mudou. A partir de agora, para entrar na página, é preciso acessar o link https://colaborativo.com/suaempresa ao invés do tradicional ingresso por meio do site do Construtivo. O acesso antigo ficará disponível por apenas 30 dias.

A mudança visa simplificar o acesso ao ambiente de produção, garantindo uma experiência mais fluida e direta para os usuários. Além disso, a nova plataforma facilitará a comunicação do time do Construtivo com os clientes por meio de uma área específica para notificações e novidades. Vale destacar ainda que apenas o acesso mudou, os dados e conteúdo dos clientes seguem os mesmos.

Acreditamos que essa mudança será positiva para todos os usuários do Colaborativo e estamos animados para ver os resultados. Se você tiver alguma dúvida ou comentário sobre essa mudança, entre em contato com nossa equipe por meio do telefone de suporte (11) 3044-2520 ou chat online disponível no ambiente de trabalho.

Abaixo, na “Dica do mês”, trazemos um passo a passo para você salvar o nome endereço de acesso na sua barra de ‘favoritos’ do navegador.

 

31/03
às 11hs

WEBINAR

ISO 19.650 e BIM: produtividade e rentabilidade para impulsionar o setor da construção nacional

Na próxima edição de nosso webinar, vamos abordar a tradução das duas primeiras partes da norma ISO 19.650, que traz um novo norte para guiar as empresas brasileiras nos processos BIM.

O Construtivo já está desenvolvendo seus projetos em BIM seguindo as novas diretrizes da ISO 19.650 para garantir que a implementação seja feita com sucesso e segurança.

Neste encontro estarão presentes nossos especialistas do Construtivo, Marcus Granadeiro, sócio-diretor, e Cesar Calderaro, diretor de novas tecnologias e BIM, e do arquiteto, professor e expert em BIM, Sergio Leusin, que irá apresentar as novidades da nova edição de seu livro “Gerenciamento e Coordenação de Projetos BIM”.

APRESENTAÇÃO:
Marcus Granadeiro: Sócio-Diretor do Construtivo
Cesar Calderaro: Diretor de novas tecnologias e BIM do Construtivo
Sérgio Leusin: Sócio-gerente da GDP – Gerenciamento e Desenvolvimento de Projetos

Artigo

Como a ISO 19650 apoia a implementação do processo BIM?

Por Marcus Granadeiro

Os primeiros passos da digitalização, no início da década de 90, não foram fáceis. Conceitos tecnológicos que hoje não nos parecem tão complexos, para a época, eram quase utópicos. Por exemplo, ter uma rede interna ou configurar um sistema operacional eram tarefas complicadas. Soma-se à complexidade dos softwares com máquinas que eram montadas de forma amadora e a cultura do uso de plataformas piratas.

Além disso, os sistemas eram mais precários, pois, para aprender a desenvolvê-los, não era possível contar com a ajuda de tutoriais no Youtube. O acesso aos livros também ficava restrito às pessoas com maior poder aquisitivo, o que dificultava o processo de aprendizagem dentro das áreas de tecnologia.

Com a evolução do desenho, ainda na década de 90, saímos do papel e da prancheta para fazer uso do escaneamento e da vetorização de plantas. A partir daí, começaram a surgir as integrações dos desenhos físicos com a digitalização dos projetos, momento em que a união do físico e do digital dentro da engenharia passou a ser chamada de phydigital.

Entre a consolidação dos desenhos assistidos por computador (CADs) e a atual onda do BIM (Building Information Modeling), tivemos o advento da internet. Com a novidade, muitas das barreiras que existiam anteriormente foram derrubadas, cedendo espaço para que novos serviços e aplicações, como as plataformas de colaboração e a digitalização do processo de coordenação, fossem desenvolvidos.

Mas, em meio às inovações tecnológicas, o BIM ainda é uma proposta mais audaciosa. Por isso, não se fala em implantar o BIM, mas sim em criar uma jornada sobre essa metodologia. Conceitos como nível de maturidade passaram a ser necessários para a criação de benchmarks entre empresas, setores e mercados.

A parte mais simples de ser implantada em um processo BIM são os desenhos 3D, que podem ser entendidos como uma evolução dos CADs. Além disso, essa é a área mais fácil de se compreender. Antes, os desenhos contavam com apenas duas dimensões. Hoje, já é possível falar em até dez dimensões. Com a evolução, novas variáveis foram acrescidas aos tradicionais eixos cartesianos, como o tempo, o dinheiro ou créditos de carbono, tema tão discutido na era do ESG (Ambiental, Social e Governança).

Nessa evolução, a parte mais complexa da jornada de implementação do BIM está nos processos associados ao fluxo de informação ao longo do ciclo de vida de um empreendimento. Existe uma grande inovação em como especificar, contratar, produzir e receber os dados para planejar, projetar, construir e operar uma obra.

Em uma jornada rumo à implementação BIM, é preciso mudar algumas peças, como as relações com clientes, propostas de valor, entregas e processos. Neste cenário, os dados se tornam a etapa de maior valor dentro de um negócio. A complexidade aumenta à medida que a adoção de novas ideias tem, como consequência, o envolvimento de toda a cadeia de produção, ou seja, não impacta apenas uma empresa.

Portanto, o BIM é um desafio que vai muito além de adquirir uma nova tecnologia ou contratar um serviço. Essa é uma jornada que precisa ser encarada de forma plena, como um processo, dentro do que hoje chamamos de Transformação Digital.

Marcus Granadeiro é engenheiro civil formado pela Escola Politécnica da USP, sócio-diretor do Construtivo, empresa de tecnologia com DNA de engenharia, membro do RICS – Royal Institution of Chartered Surveyors (MRICS) e do ADN (Autodesk Development Network) e certificado em Transformação Digital pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

Dica do Mês

O acesso ao Colaborativo mudou

Visando a melhoria contínua da experiência dos nossos usuários do Colaborativo, anunciamos um novo link curto que você deve passar a utilizar para acessar o Colaborativo.

Você atualmente acessa assim: https://construtivo.com/suaempresa
Você passará a acessar assim: https://colaborativo.com/suaempresa

O que isso quer dizer para a minha organização?

Todos os usuários que acessam a plataforma do Colaborativo deverão alterar o atalho que têm gravado nos favoritos do seu navegador para corresponder à nova forma de acesso. Durante o mês de Março/2023, tanto o acesso antigo, como o novo irão funcionar. A partir do mês de Abril/2023, somente o acesso novo funcionará e o link antigo será desativado.

O que eu preciso fazer?

Você precisa alterar o atalho para o Colaborativo nos favoritos do seu Navegador. Para isso, você deve colocar o mouse em cima do nome do favorito, clicar com o botão direito e escolher a opção “Editar…”, conforme mostra a imagem a seguir:

Nós estamos aqui para ajudar

Você pode entrar em contato com o nosso suporte técnico pelo telefone (11) 3044-2520 ou acessar o chat online com link em seu ambiente de trabalho.

Obrigado por escolher o Construtivo.com.