Construtivo

logo

Saiba como fazer a digitalização da obra

Saiba como fazer a digitalização da obra

O aperfeiçoamento da gestão de atividades nos canteiros de obras por meio da digitalização da obra é uma forte tendência na Construção Civil, um dos primeiros setores a reagir após o isolamento social gerado pela pandemia da Covid-19.

De acordo com estudos realizados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Sindicato da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP) e a Câmara Brasileira da Indústria de Construção (CBIC), o setor de construção fechou o ano de 2020 com 8% de crescimento em volume e 11% em valor em comparação ao ano anterior.  E a expectativa é que esse crescimento continue ao longo de 2022.

Nesse cenário, é essencial que as construtoras busquem inovações tecnológicas que agreguem eficiência e produtividade. No entanto, a tecnologia ainda caminha a passos lentos nesse setor.   Segundo pesquisa divulgada pela consultoria americana McKinsey & Company, a construção civil é uma das áreas menos digitais, ficando atrás somente dos setores de caça e agricultura.

Embora o mercado esteja evoluindo e muitas empresas já estejam inseridas na era da digitalização, ainda são poucas as construtoras que saíram do analógico.

Portanto, veja agora o que a digitalização de obras pode oferecer em termos de qualidade, produtividade, agilidade e redução de custos!

Qual a importância da digitalização da obra?

As empresas do ramo de construção civil passam por um momento um tanto quanto complicado: os consumidores estão cada vez mais exigentes em um mercado altamente competitivo. Sem o suporte tecnológico adequado fica mais difícil alcançar as metas desejadas e evitar os principais problemas em obras.

Utilizada pelas principais empresas do mercado, a digitalização da obra não é somente o futuro, mas também o presente da construção civil. Ela ajuda a reduzir e até mesmo eliminar os desperdícios, considerados os grandes “vilões” da área.

Vale reforçar que a complexidade e a multidisciplinaridade dos projetos relacionados à construção civil tornam o gerenciamento dos recursos financeiros, materiais e humanos uma tarefa bastante desafiadora.

Outro fator imprescindível para a execução de projetos é o tempo. Afinal, ele, invariavelmente, resulta em pressão para que as construtoras cumpram seus prazos.

Portanto, para conseguir gerenciar todas essas variáveis simultaneamente, as empresas devem dar atenção ao processo de digitalização da obra e abraçar a tecnologia como grande aliada.

Quais os principais benefícios da digitalização da obra?

Aderindo ao processo de digitalização da obra, é possível conferir diversos benefícios, como:

Redução de custos

Vamos partir do princípio de que toda obra deve seguir um planejamento e respeitar normas regulamentadoras.  Caso aconteça algo errado, certamente haverá custos desnecessários com refações ou sanções. Portanto, é muito importante caprichar na execução e detalhes para evitar problemas do tipo.

Nesse contexto, o uso da tecnologia é extremamente favorável pois garante maior controle sobre processo da obra e seus mínimos detalhes, deixando tudo nos “eixos”. Indiretamente, essa eficiência levará a redução de custos.

Melhora na gestão de documentos

O armazenamento de dados em nuvem auxilia as construtoras a organizarem toda a sua vasta documentação, que conta com itens como: notas fiscais, orçamentos, relatórios e arquivos de imagens, entre outros. Com o armazenamento em nuvem, é possível ter acesso a elas em qualquer local.  Outra vantagem considerável deste artificio é reduzir significativamente as chances de perder documentos importantes.

Maior produtividade

A digitalização da obra também contribui para o aumento da produtividade tanto no canteiro de obras quanto no setor administrativo. Com a ajuda da tecnologia, é possível controlar as atividades realizadas na obra e planejar melhor sua execução.

É importante ressaltar que relatórios e informações financeiras – que podem ser verificadas facilmente por softwares de gestão – são essenciais para a tomada de decisões mais ágeis e assertivas.

Entrega no prazo

A digitalização também é importante para a entrega de resultados nos prazos estipulados. As novas tecnologias permitem que as partes envolvidas consultem o planejamento e cumpram cronograma da obra previamente estabelecido, garantindo a transparência do processo.

Melhora a integração e a comunicação

A integração entre diferentes áreas é outra possibilidade agregada pela digitalização da obra, já que os departamentos podem acessar o mesmo banco de dados. Isso evita ruídos na comunicação interna e externa- muito importante para as atividades da construção civil.

Outra possibilidade com o uso da tecnologia é o recebimento de feedback sobre os serviços prestados, o que facilita a adequação às tendências de mercado.

Mais segurança

A segurança no trabalho é um assunto muito importante em qualquer ramo, mas na construção civil o cuidado deve ser ainda maior. Por mais simples que seja uma obra, ela sempre irá representar riscos para os colaboradores.

Com a tecnologia é possível monitorar o controle dos equipamentos de proteção individual (EPIs), essenciais para evitarem maiores estragos.

Reduz o desperdício de materiais

Infelizmente, a maior parte dos materiais utilizados em obras não é gerenciado de forma correta e eficiente. A utilização de técnicas e ferramentas consideradas obsoletas e a falta de capacitação dos trabalhadores são fatores que potencializam o desperdício dos insumos.

No entanto, com a adoção de tecnologias adequadas, é possível otimizar o sistema produtivo e, por meio de consumo consciente, evitar esses desperdícios.

Escaneamento - Construtivo

Quais as principais tendências para digitalização da obra?

Agora que já falamos sobre o conceito de digitalização da obra e alguns de seus conceitos, vamos falar sobre as principais tendências nessa área.

Confira!

Impressão 3D

A impressão 3D é uma tecnologia que transforma o canteiro de obras profundamente. Essa inovação permite a impressão de peças e estruturas exatamente nas medidas necessárias para o projeto.

Além da economia de tempo, com a impressão 3D, as construtoras podem escolher materiais mais leves e resistentes, sendo mais fáceis de serem transportadas. Isso torna o processo mais produtivo e ainda reduz os custos com transporte.

QR Code

O mesmo QR Code que frequentemente utilizamos para acessar aplicativos pelo celular também pode atender às demandas do setor de construção civil.

No canteiro de obras essa tecnologia é uma forma prática de disponibilizar o projeto, o cronograma e as regulamentações relacionadas à saúde e segurança dos colaboradores.

Assim, o QR Code melhora a produtividade, reduz os riscos de acidentes e diminui os erros de execução. Além disso, garante o alinhamento de todas as equipes envolvidas com o projeto.

Metodologia BIM

Dentre as novas tendências proporcionadas pela digitalização da obra, a que mais tem se destacado é a metodologia BIM (Sistema de Gestão dos Modelos Construtivos). Ela coleta informações e usa recursos digitais para associá-las a um modelo virtual 3D, onde poderão ser utilizadas por todos aqueles que estão envolvidos na obra. Portanto, o BIM é extremamente importante para as tomadas de decisão e garante uma precisão maior ao empreendimento.

Esse processo ainda reduz o número de documentos necessários, melhorando a qualidade e a produtividade das atividades da construção.

Você gostou deste artigo? Que tal se aprofundar ainda mais no assunto digitalização da obra?

Então, não deixe de assistir o webinar “Digitalização da Engenharia”, com Marcus Granadeiro, CEO do Construtivo!

Te vemos lá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.